pontodevista@odebateregional.com.br

Edição 146 de 16/02/2007

Alvino Batista Soares, o "Sombra"

 

Homem de rádio e de televisão, Alvino Batista Soares nasceu em Junqueirópolis, interior de São Paulo, no dia 27 de abril de 1957. Por esse nome ninguém se lembrará dele. Mas, se dissermos que se trata do locutor que fazia o personagem “Sombra” no programa de televisão do Ratinho, com certeza os leitores se recordarão ao menos de sua silhueta e, claro, de sua voz. Ele residiu na cidade natal até 1981, estudando por um período em escola local, e complementando seus estudos em Marília e Rancharia. Nesta última cidade formou-se como técnico agrícola, profissão que, confessa, jamais exerceu.
Ele começou a trabalhar como radialista no ano de 1978, na Rádio Junqueirópolis. “Fazia o que todo radialista interiorano faz, ou seja, técnica, locução, produção, enfim, tudo o que aparecia pela frente”, diz Alvino. Em 1981 ele foi para o Mato Grosso do Sul, mais precisamente para a cidade de Nova Andradina, onde atuou na Rádio Cacique local. Também foi assessor de imprensa na Prefeitura daquele município durante oito anos. 
Em 1991 transferiu-se para Curitiba, capital do Estado do Paraná, a convite do radialista Uiliam Barbosa, que, aliás, o acompanhava na visita que fez ao nosso jornal e à Rádio Clube de São Manuel na terça-feira desta semana. Ambos trabalharam juntos na Rádio Clube Paranaense, onde também estava Edgard Felipe, locutor são-manuelense, amigo dos dois radialistas, que o qualificam como um dos mais perfeitos narradores esportivos do Brasil.
Apresentado para Carlos Massa, o Ratinho, pelo próprio Uiliam Barbosa, passou a trabalhar na Rádio Eldorado de Curitiba, emissora que pertenceu ao grupo empresarial de Ratinho até o mês passado, quando foi negociada com empresários gaúchos. Ratinho levou nosso entrevistado para a televisão no final de 1994, começo de 1995, para participar, como repórter policial, do programa regional “Cadeia”, na CNT. 
“Em 1996 surgiu o programa “190 Urgente”, na mesma CNT, mas feito em cadeia com a TV Gazeta, de São Paulo. Nessa época fui para a capital paulista para trabalhar como repórter do citado programa”, afirma Alvino, lembrando que, pouco tempo depois, em 1997, Ratinho foi contratado pela Rede Record de Televisão, e ele foi junto. 
Fazia locução no programa, apresentava as manchetes das matérias, até que surgiu a idéia do personagem “Sombra”. “No rádio do passado, mais exatamente na Rádio Nacional do Rio de Janeiro, existiu um personagem chamado “O Sombra”, que era feito pelo radioator Sinclair Lopes. Foi baseado nesse personagem que surgiu o nosso “Sombra”, diz Alvino. Ele permanecia atrás de uma cortina de papel e um holofote, ao fundo, o iluminava. Assim, na tela da televisão via-se apenas a silhueta de seu rosto e de parte de seu tronco. Ele dava as manchetes dos quadros do programa e gravava os textos das matérias que eram apresentadas. 
Depois, graças à grande audiência do Programa do Ratinho, o apresentador se transferiu para o SBT. Isso aconteceu em 1998, e o “Sombra”  permaneceu vinculado àquela emissora até final de dezembro de 2006, quando venceu seu contrato.
Como tem residência em Curitiba, ele retornou para lá, onde está instalada a sede do Grupo Massa de Comunicações, e continua vinculado a essa empresa, de Ratinho, que já tem uma concessão de emissoras de televisão, em fase final de instalação. Alvino acredita que ainda neste primeiro semestre acontecerá a estréia das retransmissoras, que estão sendo instaladas em Curitiba, Paranaguá, Ponta Grossa, Londrina e Maringá. O grupo já possui também três emissoras de Rádios FM, nas cidades de Curitiba, Maringá e Londrina. E Alvino, como locutor, ou mesmo com o “Sombra”, vai continuar trabalhando com Ratinho, em Curitiba.  
Casado pela terceira vez, com Sônia Soares, que também é radialista em São José dos Pinhais, cidade vizinha de Curitiba, Alvino Batista Soares tem duas filhas: Maiara, 23 anos, estudante de Direito, e Mariane, 18 anos, que cursa o segundo grau. E tem também um netinho de cinco anos, chamado Aaron. Todos residem em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

Central São-manuelense de Comunicação – Jornal O Debate, Rua Cel. Rodrigues Simões, 69
Centro – São Manuel – SP, Telefones (14) 3842.3637 / 3841-4459 – contato
Desenvolvimento e Hospedagem: TeraQualy