Por Benne Bassetto motivacao@odebateregional.com.br

Edição 577 de 11/08/2017

INCAPACIDADE DE DIZER NÃO

“A pessoa que não sabe dizer não, pode ser tudo, menos eficaz, pois a cada dia envolve-se mais e mais em fazer coisas, em vez de atingir resultados”.

Você sabe dizer NÃO? Então responda a essas perguntas:

- Quanto mais você trabalha, mais serviço recebe para fazer?

- Sempre que seu chefe o chama, você larga tudo e vai prontamente atendê-lo?

- Seu chefe costuma interromper seu trabalho e lhe dá serviços adicionais, mesmo que você já esteja “atolado até o pescoço” de tanto trabalho?

- Você não recusa um serviço, mesmo estando sobrecarregado de trabalho, por receio de desagradar ou de ser mal visto pelos colegas?

- Você, muitas vezes, fica após o encerramento do expediente para dar conta do excesso de tarefas?

- Você aceita trabalho adicional, mesmo que isso lhe deixe sem tempo para mais nada, porque acredita que isso o ajudará a ser promovido ou reconhecido na empresa?

- Você aceita trabalho adicional, embora esteja sobrecarregado de atividades, para dar a impressão de ser competente?

Se respondeu SIM a duas ou mais perguntas, então, você faz parte do “Clube dos Workaholics Submissos”, pois não é capaz de frear a avalanche de serviços e solicitações que outros lhe fazem.

Regras de Eficácia: Pessoas são promovidas na empresa porque sabem atingir resultados eficazmente em áreas chaves, e não porque não sabem dizer não.

O NÃO, dito de forma adequada, é a forma mais rápida e simples de eliminar os desperdiçadores de tempo.

O problema é como dizer NÃO. Se o fizer para a pessoa errada, na hora errada e do jeito errado – seu chefe, por exemplo – poderá ser a forma mais rápida de perder o emprego, ou de se envolver numa bela enrascada. O NÃO, quando dito de forma direta, pode também magoar as pessoas.

No entanto, pessoas que são promovidas dentro da empresa, o são, não porque não sabem dizer não, mas porque atingem resultados eficazmente, e em áreas chaves. A pessoa que não sabe dizer não, pode ser tudo, menos eficaz, pois a cada dia envolve-se mais em fazer coisas do que em atingir resultados. O pior é que, na maioria das vezes, nem a empresa, nem o seu chefe reconhecem que você está se “matando” para dar conta do excesso de trabalho. Você corre o risco de ser rotulado como um ótimo tarefeiro, “pau pra toda obra” e, na hora da promoção, o seu nome raramente será cogitado.

Orientações de como dizer NÃO

Na próxima semana...


Abraços e sucesso!!!

Bene Bassetto

Central São-manuelense de Comunicação – Jornal O Debate, Rua Cel. Rodrigues Simões, 69
Centro – São Manuel – SP, Telefones (14) 3842.3637 / 3841-4459 – contato
Desenvolvimento e Hospedagem: TeraQualy