Por Benne Bassetto motivacao@odebateregional.com.br

Edição 599 de 13/07/2018

PÁRABOLA: O CARPINTEIRO

O livro “As mais belas parábolas de todos os tempos” reúne as mais belas parábolas do mundo inteiro, proporcionando uma leitura tanto agradável quanto didática. Parábolas do Oriente e do Ocidente, antigas e atuais, criativas e inspiradores de diferentes estilos e contextos estão contidas nesta obra. 

Conta-se que um sábio, querendo mostrar a um rei os perigos das meias verdades, pediu que colocassem o elefante diante de seis cegos e disse-lhes:

- Há um objeto diante de vocês. Toquem nele e depois digam o que é.

Claro, nenhum dos seis homens tinha visto um elefante, portanto não sabiam o que era. O primeiro aproximou-se, tocou numa parte do animal e disse:

- Parece um muro.

O segundo homem tocou em outra parte e disse:

- É uma lança.

- Disparate! – exclamou o terceiro cego.

- Acho eu que é mais parecido com uma cobra.

- Bem – disse o quarto homem, ao apalpar o animal -, parece uma árvore.

Os outros riram dele, e o quinto homem deu a sua opinião. Pegando em outra parte, disse:

- Com certeza é um leque.

Finalmente, o sexto cego, por sua vez, tocou no elefante e disse:

- Parece-me a mim que é uma corda.

- Tantas opiniões diferentes – disse o rei.

- Que grande confusão.

- Mas não é – explicou o sábio. Pois o elefante tem, na verdade, flancos como muros, dois grandes dentes como lanças, uma tromba que parece uma cobra, pernas como pequenas árvores, as suas orelhas são como dois leques e o rabo parece uma corda. Juntando tudo isso, temos uma descrição, quase perfeita, de um elefante! Afinal, os seis homens cegos VIRAM o elefante, isto é, viram-no não pelos olhos, mas sim pelo tato. E cada um não mentiu. O que eles fizeram foram contar um pedaço da verdade. E isso, mesmo não sendo a realidade, pode até parecer uma mentira.

Como diz Augusto Barros: Meias, “Meias verdades, meias vontades, meias saudades”. Viver pela metade é ilusão. Tire suas “Meias” e ponha o pé o chão.

Parábolas são breves narrativas, às vezes dramáticas, às vezes cômicas, que possuem um contexto moral explícito ou implícito e que, além de nos apresentar um pouco da cultura de um novo povo, nos ajudam a decidir questões morais de nosso dia a dia. As mais belas parábolas de todos os tempos vol. I, 2 e 3 reúnem diversas parábolas sendo elas do Oriente e Ocidente, antigas ou atuais de diferentes estilos e contextos. As narrativas encontradas nos três volumes podem ser usadas como elemento didático para a sala de aula, em palestras ou no dia a dia.

Abraços e sucesso!!!

Bene Bassetto

Central São-manuelense de Comunicação – Jornal O Debate, Rua Cel. Rodrigues Simões, 69
Centro – São Manuel – SP, Telefones (14) 3842.3637 / 3841-4459 – contato
Desenvolvimento e Hospedagem: TeraQualy